Cultura Geral Música

Arquivo Nacional do Som vai ser instalado em Mafra

O Ministério da Cultura e o Município de Mafra celebraram, no passado dia 3 de Dezembro, contratos interadministrativos para a realização de obras de instalação do Museu Nacional de Música em Mafra, de conservação do Palácio Nacional de Mafra e de cobertura de wifi, no valor total de 11,8 milhões de euros financiados no âmbito do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR).

Nesta cerimónia foi também assinado um protocolo de colaboração para instalação do Arquivo Nacional do Som em Mafra, num edifício a construir pelo Município, localizado na envolvente do monumento que é Património Mundial.

“Estes investimentos vêm reforçar, ainda mais, o papel e o lugar do Município de Mafra no panorama da Música a nível nacional e mundial”, afirmou a Ministra da Cultura, Graça Fonseca. Já o Presidente da Câmara Municipal de Mafra, Hélder Sousa Silva, sublinhou que “este é um bom exemplo da descentralização de competências no município”, atendendo a que competirá à autarquia desenvolver os projetos de execução e os procedimentos concursais necessários às empreitadas.

No que se refere às obras de conservação do Palácio Nacional de Mafra, as mesmas abrangem a reabilitação das fachadas, coberturas e torreões do monumento, conservação e restauro da biblioteca e reabilitação da basílica, prevendo-se que as mesmas fiquem concluídas no final de 2025.

A outra intervenção no Palácio Nacional de Mafra visa a instalação definitiva do Museu Nacional da Música na Ala Norte, cujas obras deverão terminar em 2023.

Quanto ao Arquivo Nacional do Som, este é um inédito equipamento cultural cuja principal função é criar, reunir, catalogar e tornar acessíveis arquivos áudio (discursos, conversas, músicas ou paisagens sonoras), que tenham uma relação com o contexto português ou com a língua portuguesa.

A escolha de Mafra permite a criação de sinergias com o futuro Museu Nacional da Música e com o Polo de Ciências Musicais da Universidade Nova de Lisboa.

Fonte: CMM