Cultura Geral

Penedo do Lexim em livro

O Penedo do Lexim (Mafra) no Neolítico final e Calcolítico da Península de Lisboa” é o título da monografia apresentada no passado dia 30 de Novembro, que constitui um repositório do extenso trabalho de campo e laboratório centrado neste sítio arqueológico, permitindo dar a conhecer as dinâmicas das comunidades pré-históricas que ocuparam o território do atual Concelho de Mafra há 5.000 anos.

Esta obra, da autoria de Ana Catarina Sousa e com prefácio de Victor S. Gonçalves (Professor Emérito da Universidade de Lisboa), é uma edição da Direção-Geral do Património Cultural, do Município de Mafra e da UNIARQ – Centro de Arqueologia da Universidade de Lisboa.

A sessão de apresentação contou com a participação do Presidente da Câmara Municipal, Hélder Sousa Silva, da Subdiretora Geral do Património Cultural, Rita Jerónimo, e do Diretor da UNIARQ – Centro de Arqueologia da Universidade de Lisboa, Carlos Fabião.

O Penedo do Lexim é o sítio arqueológico mais conhecido do Concelho. Identificado desde o século XIX, foi objeto das primeiras escavações nos anos 70 do século XX. O estudo foi retomado com a realização de novas escavações entre 1998 e 2004, pelo Gabinete de Arqueologia da Câmara Municipal, então coordenado por Ana Catarina Sousa, permitindo uma caracterização rigorosa da ocupação do Penedo do Lexim, tendo constituído a base da tese de doutoramento da autora.

Além disso, as longas campanhas arqueológicas tiveram grande impacto na comunidade local: por um lado, através da participação de muitos jovens mafrenses nas escavações; por outro lado, através da regular organização de eventos de divulgação promovidos pela Câmara Municipal: edições, exposições, conferências e também atividades pedagógicas para o público escolar e para as famílias.

Por ocasião da apresentação deste novo livro, os presentes foram desafiados, simbolicamente, a brindar a todos aqueles contribuíram para o estudo deste sítio pré-histórico através da degustação do vinho “Penedo do Lexim”, gentilmente oferecido pela Manzwine, produtora do Concelho de Mafra, e servido pelos alunos do curso profissional de restauração e bar da Escola Secundária José Saramago, Mafra.