Cultura Geral Música

Morreu Armando Gama

Armando Gama morreu na madrugada de segunda-feira, dia 17 de Janeiro. O cantor tinha 67 anos.

O artista lutava contra um cancro e estava internado no IPO de Lisboa.

A notícia da morte de Armando Gama surgiu depois de Herman José ter feito uma publicação na sua página de Facebook. “O querido Armando Gama mudou-se esta noite para palcos mais celestiais. Fica a memória de um impecável colega e de um querido amigo”, escreveu na legenda de um vídeo onde o cantor surge a cantar Esta Balada Que Te Dou, música com que venceu o Festival da Canção em 1983, no programa da RTP Cá Por Casa.

Também a ex-mulher, Valentina Torres, alterou a sua fotografia de perfil, bem como a capa da página de Facebook, mostrando que está de luto com a morte do cantor.

O funeral sai, nesta terça-feira, às 16:30, da Basílica da Estrela, em Lisboa, para o cemitério de Trajouce, em Cascais.

Sobre o cantor

Armando António Capelo Dinis da Gama nasceu a 1 de Abril de 1954 em Luanda, Angola.

Mudou-se para Portugal em 1974 e formou os “Tantra” com Manuel Cardoso e gravam um single e um LP para a Valentim de Carvalho. Quatro anos depois integrou o Duo “Sarabanda” com Kris Köpke, assina contrato com a editora Poly Gram a convite do produtor Tózé Brito e vão ao Festival RTP da Canção em 1980 com a canção “Made in Portugal”.

Orquestrador, produziu para para televisão e vários artistas nacionais como Dina, Mário Mata, Dino Meira, Doce, Trio Odemira e Nicolau Breyner.

Em 1986, gravou os singles “No teu Abraço” e “Adoro Chopin” e, no ano seguinte, iniciou gravações de uma série de espetáculos com Valentina Torres. Valentina Torres e Armando Gama apaixonaram-se durante a participação do cantor no Festival da Canção – programa conduzido pela apresentadora – e tiveram dois filhos: Ana Carolina e António. Viveram juntos durante 26 anos e acabaram por se separar.

Tocou piano regularmente no Casino Estoril, entre 1999 e 2008, segundo a SIC Notícias. Armando Gama foi-se mantendo em atividade com atuações em quarteto – Virgílio Marujo na bateria, Zé Pinho na guitarra, Nélson Oliveira no baixo, e Gama, ao piano -, com a banda Revival e a solo, atuando com regularidade no bar Xafarix, em Lisboa, além de atuar em todo o país e algumas vezes além-fronteiras.

Em 2011, o artista iniciou um relacionamento com Bárbara Barbosa em 2011, e foram pais de um menino.

Em 2020, o cantor foi acusado de violência doméstica por parte da escritora e detido pela GNR a 9 de Janeiro do mesmo ano.