Geral

GNR: Homem identificado por maus-tratos a animais de companhia com recurso a arma, na Ericeira

No passado dia 18 de Fevereiro, o Comando Territorial de Lisboa, através do Núcleo de Investigação de Crimes e Contraordenações Ambientais (NICCOA), identificou um homem de 55 anos por maus-tratos a animal de companhia com recurso a uma arma de ar comprimido, na localidade da Ericeira.

Na sequência de uma investigação relacionada com maus-tratos a dois gatos, os militares da Guarda identificaram o suspeito de dois disparos, que ocorreram em duas situações distintas, uma em 2017 e outra em 2020. Em ambas as situações, os animais ficaram gravemente feridos e tiveram de ser submetidos a intervenções cirúrgicas, que resultaram na colocação de próteses em metal para reforço da estrutura danificada.

No decorrer das diligências policiais, foi possível apurar que os disparos foram efetuados pela arma do suspeito, que foi apreendida, através da comparação balística dos projéteis analisados.

O suspeito foi constituído arguido, e os factos foram remetidos ao Tribunal Judicial de Mafra.

A Guarda Nacional Republicana, através do Serviço da Proteção da Natureza e do Ambiente (SEPNA), tem como preocupação diária a proteção dos animais, apelando à denúncia de eventuais situações de maus-tratos ou abandono. Para o efeito, poderá ser utilizada a Linha SOS Ambiente e Território (808 200 520) funcionando em permanência para a denúncia de infrações ou esclarecimento de dúvidas.

Fonte: GNR – Comando Territorial de Lisboa