Desporto Geral

GDU Ericeirense 2 GS Loures 0: Pontapés na Crise

Num dia em que as nuvens pareciam pesar sobre o horizonte do Guerreiros do Mar, a jornada na 1ª Divisão da AFL carregava um peso extra. A equipa encontrava-se na na zona de despromoção, enquanto o adversário estava alguns degraus acima na classificação.

Entre os adeptos, algumas vozes críticas sussurravam, o futuro parecia estar em jogo neste momento crucial.

Os Guerreiros do Mar não se deixaram abater pela pela envolvente menos positiva. Desde o início, demonstraram determinação, pressionando o adversário em todas as zonas do campo.

Embora o Loures tenha criado algumas transições que geraram alguma tensão, estas não se traduziram em perigo real. O Ericeirense continuou a sufocar o oponente e, aos 22 minutos, Zago, com uma demonstração de pura vontade, abriu o marcador.

Apesar da reação do Loures, as oportunidades continuavam a surgir para o lado contrário. O intervalo chegou com uma vantagem merecida para os anfitriões, que apenas pecava por escassa.

No reatar do jogo, o Loures tentou surpreender, mas a determinação dos Guerreiros do Mar em escapar à zona de perigo era evidente. Os alarmes haviam soado, mas estes jogadores não estavam dispostos a ceder.

O resultado manteve-se, embora a sensação de injustiça persistisse no ar, algum receio e insegurança começava a pairar no Henrique Tomás Frade, mas, aos 81 minutos, Galantinho dissipou todas as dúvidas ao marcar o segundo golo.

O Loures merece mérito pela sua persistência, mesmo com o tempo escasso que lhe restava.

O minuto 90 chegou, o árbitro concedeu 6 minutos de compensação, mas nada mudou. No final, o sentimento de missão cumprida era evidente na equipa, celebrando com os seus adeptos a vitória alcançada.

Com esta vitória fundamental, os Guerreiros do Mar “abandonaram” a zona de despromoção, e ocupam agora o 10º lugar na tabela classificativa.

Num jogo de determinação e superação, os Guerreiros do Mar escreveram um verdadeiro manifesto de vontade, mostrando que, mesmo quando as probabilidades parecem estar contra, a vontade, o empenho e o crer podem fazer toda a diferença.

Os lugares da parte superior da tabela classificativa não estão agora tão longe.

Texto e fotografias de Carlos Sousa/ KPhoto

Tags

Acerca do autor

Carlos Sousa

Adicionar comentário

Clique para comentar